Comentários, página 6 | Acervo da Revista Bula
revista bula
  • Nei Duclós, Quero mais!

    8 anos atrás por Jussara sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Adorei! Fiz também o meu
    Tomou café amargo e saiu. Ônibus lotado e já tinha filas. Sentou-se. Não pegou pegar a senha e foi mandado, com preferência, de carro ao IML

    8 anos atrás por Maíra Sampaio sobre 20 romances em 140 caracteres
  • ( Só um parenteses: Os comentários dos últimos textos estão sendo dificultados devido ao moderador que nos impede de concluir o processo de enviar o comentário. Se forrem ver os últimos textos não têm nenhum comentário. Dado o aviso.)

    Abraço,
    do Felipe.

    8 anos atrás por Felipe Terra
  • Gostei muito da ideia e também creio que uma edição com tuiteiros anônimos seria muito interessante.

    Dentre os 20 destaco:
    A Cigarra de Wall Street e as Formigas —Denise Rossi
    (L)Ego — Eddiemasses
    Vida Sem Vírgulas —Graça Taguti
    Amor, Toccata e Fuga —Nelson Moraes


    8 anos atrás por Michely Coutinho sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Sem comentáios! Apenas gostei de ler!

    8 anos atrás por Armando Roque Ferreira sobre Pedidos indecorosos ao Papai Noel antes que o mundo se acabe
  • Ideia ótima e instigante. Não resisto. Tentarei participar.
    "Enquanto lia aquelas palavras, foi tomada por súbito e nunca antes experimentado desejo de escrever. Passe de mágica. Letras se juntavam. Desobedeciam. Seu texto mínimo olhava e sorria para ela."

    mmeubloggue.blogspot.com.br/

    Obrigada e parabéns a vocês.

    8 anos atrás por Auricélia de Paula Rodrigues sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Ta aí, uma das coisas que sempre terei dúvida, o anel do Jorge e se a "lanterna dos afogados" é uma coisa ruim, ou uma coisa boa...

    8 anos atrás por Roni sobre Jorge Aragão, o dono do anel
  • Nunca escutei essa música! Ieiiiiii!rs

    8 anos atrás por Rita Alves sobre Jorge Aragão, o dono do anel
  • A maioria é bem legal. Os melhores: Eddiemasses, Marcos Caiado e Fal Azevedo.

    8 anos atrás por Luiza sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Acho que o anel do Jorge funciona mais ou menos como o fio de cabelo do Marciano. Apenas um memento, uma manifestação física do amor que eles sentiam. No caso do Jorge, além de ser uma lembrança do quão grande era o amor deles (o suficiente pra deixar ele deprimido e o barraco desabar ao encontrar), o pior de tudo é que a mulher foi embora e deixou isso pra trás, o seja, ela já deixou ele(s) para trás.

    8 anos atrás por Luis Fernando Imperator sobre Jorge Aragão, o dono do anel
  • Gente, como eu vivi até hoje sem perceber isso? Tem razão, tem toda razão do mundo! E eu que cantava essa música jurando que era de um jeito...Tsc, tsc, tsc. Hoje meus olhos se abriram! Ótimo texto.

    8 anos atrás por Julie sobre Jorge Aragão, o dono do anel
  • Aqui vai, com sexo, religião, realeza e mistério: "Comeram a raínha; meu Deus, quem foi?"

    8 anos atrás por Alexandre Bakunin sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Curti a ideia e escrevi um também:
    ''Conheceu e amou intensamente.O amor não era correspondido e começou a sofrer. Os dias passaram com desejo mas a ausência do outro o matou...''

    8 anos atrás por Clenio Lopes sobre 20 romances em 140 caracteres
  • do tempo

    Há doze dias eu fiz falta na sua noite.
    Há dois dias você já faz falta na minha vida.

    8 anos atrás por Aline Miranda sobre 20 romances em 140 caracteres
  • a menina deitava na cama, olhando para o teto.
    a vida lhe doía.
    as tardes quentes e silenciosas molhavam seus olhos azuis.

    www.outrasbagatelas.blogspot.com

    8 anos atrás por Aline Miranda sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Razões - Rodrix
    Todos têm uma razão p/falar,p/calar,p/amar,p/gostar, mas nenhuma p/parar, porque a razão da vida não pode esperar,vc ter razão p/ continuar

    8 anos atrás por Rodrix - FCprinceOficial sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Sensacional! A 2ª edição poderia ser com tuiteiros anônimos.

    8 anos atrás por Dan Loth sobre 20 romances em 140 caracteres
  • Eu odeio Avatar, é muito chato.Não gosto de filmes em que a humanidade é vilã, por isso torci pelos humanos no filme.
    Achei os efeitos visuais bons mas nada de grandioso, aliás, tenho certeza de que se não fosse pelo 3D o filme não alcançaria a maior bilheteria do cinema.

    8 anos atrás por fernando sobre Por que Avatar é idiota
  • Sou fã incondicional do Paulo Francis e um dia li a crítica do Fernando Jorge e para conhecê-lo mais fui ler o seu livro que não me recordo mais o título. Mas foi uma experiência ruim o livro é péssimo.

    8 anos atrás por Rinaldo Rodrigues sobre Vida e Obra do Plagiário Paulo Francis
  • Li o texto, me soou como uma aula.

    8 anos atrás por Jéssica sobre 10 livros que eu gostaria de ter escrito
  • Caro Lucas, penso que esse medo de que vc fala é na verdade o que temos de civilização ocidental impegnada em nós. É a cultura que herdamos. Aqui por estas bandas, todos nós somos cristãos. Ainda que duvidemos da existência de cristo.
    Obrigado pela participação.

    8 anos atrás por Edival Lourenço sobre Deus não existe!...
  • Parabéns pelo texto, o texto é realmente muito bom, mas o auge de darth vader nao se deu apenas em "o Império Contra-Ataca", realmente, no CINEMA, é o seu maior momento como vilão, mas no Universo expandido, existem vários momentos q demonstram Vader
    como um vilão cruel e impiedoso, sempre desenvolvendo seu poder, no universo expandido, ele se mostra o personagem mais poderoso do universo SW.

    Mas mesmo assim, meus parabéns

    8 anos atrás por léo sobre Darth Vader: A trajetória de um perdedor
  • CWL, boa tarde. Estou procurando descobrir a "repercução" de Antonio Fraga, João Antonio, de Rosário Fusco, entre outros e passei por aqui; deixo o abraço amigo, parabenizando pelo excelente trabalho do site. Se puder, visite-me em http://letrastaquarenses.blogspot.com.br Antonio Cabral Filho - Jacarepaguá/Rio de Janeiro-Rj.

    8 anos atrás por Antonio Cabral Filho sobre As confissões de João Antônio
  • O texto é simples e muito explicativo. Só não consigo entender, porque nos preocupamos tanto em tentar derrubar a probabilidade de existência de um deus, que por sinal é o deus bíblico, se sabemos que sua inexistência já é certa. Acredito que muitos, quem sabe todos, ainda tem suas dúvidas sobre a existência de deus. Se não fosse pelo castigo eterno pelo qual estamos sendo submetidos pela descrença, talvez não existisse qualquer tipo de preocupação. Realmente, isso me intriga muito, minha racionalidade diz que deus não existe, mas e se estivermos errados? Sei que deus realmente não existe, mas o medo de ser castigado não sei se cessará.

    8 anos atrás por lucas sobre Deus não existe!...
  • Eça Queiroz é o máximo adoro!!!


    8 anos atrás por sergio sobre 50 frases célebres de escritores clássicos
  • Sinceramente acredito que quem escreveu este texto não fazia a menor ideia do que estava fazendo. Simone era uma árdua feminista, e Sartre o existencialista mais brilhante que existiu. O amor dos dois era necessário e por isso durou uma vida.

    8 anos atrás por suelly sobre Sartre: o messias da filosofia
  • A maioria das mulheres da lista são daquele tipo de beleza clássica; inglesas ou americanas, rostos com traços finos e olhar inocente e pouco expressivo.
    Reorganizando, minha lista ficaria com o bronze Lauren Bacall, com a prata Brigitte Bardot e sem qualquer dúvida o ouro para Sophia Loren. A beleza dela é absurda, especialmente nessa foto. Não lembro em meus 30 anos de ter visto um rosto tão bonito como o dessa mulher, que aliás, era linda da cabeça aos pés... e mesmo mais velha continua bonita!



    8 anos atrás por Daniel sobre As 10 atrizes mais bonitas de todos os tempos – a lista das listas
  • Valeu, Felipe Terra!

    8 anos atrás por eberth vencio
  • Caro J.C Guimarães, parabéns pelo ensaio. Está muito bem escrito e não possui o tédio que alguns textos acadêmicos proporcionam. Vou repassar aos amigos do curso de Letras que, acredito, não conhecem Otto Maria.

    Abraços!

    8 anos atrás por Marcelo Burmann. sobre A odisseia do espírito
  • Gostaria de baixar o livro Milarepa, como faço?
    Att.
    Afonso.

    8 anos atrás por Antonio Afonso Parreira sobre 100 livros clássicos para download
  • Interessante é que toda essa loucura acontece na pacata cidade de Pasárgada (pelo visto ele não era amigo do rei)...

    Abraço Ebert (gostaria de o convidar à ler meus contos: http://teores.blogspot.com.br/ )

    Felipe Terra


    8 anos atrás por Felipe Terra sobre Segura na mão de Deus e vaia
  • Boa tarde! Maravilha o poder desfrutar de obras imortais de musica classica, designadamente a de Amadeus Mozart, e outras, sem ter de me sujeitar ao pagamento de IVA ao Estado sanguessuga que ainda temos. Obrigado pelos download que o link assinalado proporciona. Ja agora, uma observacao maledicente, para o caso de um dia os responsaveis do site decidirem incluir os discursos de Cavaco Silva, na Presidencia da Republica. Caso isso suceda, desde ja asseguro que vao perder muitos visitantes e terao de deparar com imensos comentarios arrepiantes e, de certa forma, barulhentos...


    8 anos atrás por Jose M Carrilho sobre 100 links para clicar antes de morrer (parte 2)
  • Agradeço a todos pela leitura e comentários (Dayse, Sabrina, Igor, Vania, Igoe). Valeu...

    8 anos atrás por eberth vencio
  • Se esse cara soubesse do que está falando ele não diria que " eles não contestam as políticas vigentes na história" e todo esse blablabla pseudo politizado. Se ele ao menos tivesse lido e conhecesse tanto a história dos livros de Harry Potter quanto a da própria autora, ele veria que, além dela ter estudado MUITO pra escrever (há alusões e referências a diversas figuras mitológicas e/ou de lendas e contos antigos), não existe apenas uma questão de "vilões ou mocinhos" na história. Existe um, ou melhor, "O" vilão que quer instaurar sua prória burocracia ditatorial e aplicá-la no mundo inteiro, dando liberdade apenas à "raça superior" de quem é "puro-sangue". Isso não lembra uma certa personalidade de um certo capítulo de nossa História que ocorreu entre 1939 e 1945? Pois é, e o lado "do bem" simplesmente luta contra isso, como as coisas devem ser. Há uma guerra em que tanto personagens bons quanto personagens ruins morrem, e isso é que traz ainda mais "realidade" na história, pois não fica naquela mesmice do "bem" derrubar o "mal" facilmente saindo com todos os seus soldados vivos, no máximo um pouco feridos. O fato dessa realidade fantástica girar em torno de elementos "absurdos" como magia não tira o valor da história. Muito pelo contrário, isso enriquece o enredo ao mesmo tempo em que consegue ensinar que não vivemos num mundo perfeito e que desavenças sempre vão existir, independente de existir magia ou não (pois tem quem pense que em determinadas situações "só uma mágica resolveria", mas esquecem que a magia, às vezes, poderia até piorar as coisas).

    Quanto à Rowling, é ridículo afirmar que ela está inserida no núcleo que "em seu íntimo esquarteja seus inimigos como todo ser humano faz". A origem da J.K. é humilde, ela passou por uma porrada de dificuldades na vida e lutou muito pra conseguir uma editora que aceitasse publicar seu primeiro livro, pois ninguém acreditava que a história do "bruxinho órfão" daria algum lucro. Isso aconteceu justamente porque ela quis fazer algo diferente, não quis estar "dentro das regras", quis publicar seu romance do jeito que ele era, sem editores metendo o bedelho. E de qualquer forma, essa afirmação realmente é absurda e fora de contexto, porque, se em seu íntimo TODO ser humano esquarteja seus inimigos, isso independe dela ser autora de uma série de sucesso ou ter qualquer outra profissão, afinal, antes disso tudo ela é humana, não é mesmo? E de qualquer forma, nada disso tem alguma coisa a ver com sua obra.

    A literatura existe justamente para explorar campos inusitados, sejam eles fantásticos ou condizentes com nossa realidade não-mágica. Se "mesmo sendo histórias de ficção/fantasia, o leitor precisa encontrar alguma semelhança sólida com o mundo onde pisa", creio que poderíamos acabar com todos os contos de fadas e, de quebra, com um elemento essencial da infância que auxilia no crescimento, na educação e na criatividade/imaginação da pessoa, não é mesmo? Por que que a fábula da Branca de Neve, da Bela Adormecida, da Cinderela devem merecer mais crédito do que a saga de um bruxo que estuda em uma escola de magia? Ambas tem elementos "absurdos", assim como ambas têm pontos de semelhança com a realidade, basta ter uma capacidade de interpretação um pouco mais aguçada do que a desse crítico para perceber as metáforas e alusões.

    8 anos atrás por Gabriela
  • A lista principal não me valeu muito, mas colhi varias opiniões,e peguei alguns títulos que pretendo ler, valeu!!

    8 anos atrás por helenircm sobre 100 melhores livros de todos os tempos — lista das listas
  • Vou investir em algumas sugestões. Na Estante Virtual todos sairiam por R$ 155,84, sem o frete. Sempre compro livros pela Estante, nunca tive problemas e os livros sempre estão em ótimo estado. Recomendo.

    8 anos atrás por Karol Porto sobre Os melhores livros ficcionais de 2012
  • Seleção maravilhosa.

    8 anos atrás por Karol Porto sobre 10 sonetos inspiradores
  • Muito bom! Parabéns.. Sempre que visito o site da Revista Bula faço questão de olhar primeiramente sua nova crônica.. =)

    8 anos atrás por Dayse Miranda sobre Segura na mão de Deus e vaia
  • Texto fantástico e todos deveriam ler...uns para entender-se e outros para entender o próximo!

    8 anos atrás por Lisiane Cristina klein sobre Você usa óculos? Eu às vezes uso Ritalina e Rivotril
  • Observações de uma dulta infantilizada: Não acredito que Cervantes tenha escrito para eternidade. O maravilhoso em sua obra é exatamente essa falta de pretensão. Balzac, por sua vez, escrevia para pagar dívidas e é um clássico. Ou não? Harry Potter é uma delícia. Proust, um deslumbramento para leitores pacientes.

    8 anos atrás por Evelyne Furtado sobre Lista dos escritores mais ricos do mundo não tem escritores
  • Fiquei particularmente interessado em conhecer Paul Bowles.

    8 anos atrás por Wagner Pires sobre 10 livros que eu gostaria de ter escrito
  • Endosso a posição do sr. Belém. O livro é digno de figurar nas prateleiras de todas os amantes da boa leitura, de todos os interessados na história dos que sofreram para libertar o mundo do nazismo, de todos os que se interessam em conhecer o povo russo e seu passado recente e principalmente dos que desejam conhecer a alma humana. Vassili Grossman coloca com muita propriedade a questão do Bem. O "Bem" apropriado por políticos como Hitler e Stalin para justificar os seus programas. O "Bem" como justificativa de excessos e como "Mal" para os opositores. A isto ele contrapõe com uma reflexão profunda sobre a bondade. Esta sim, um sentimento puro e genuinamente humano.


    8 anos atrás por Abilio sobre Brasil precisa editar obra-prima de Vasily Grossman
  • A lista é realmente boa... Obviamente ficam sempre de fora grandes nomes. Assim de repente lembro-me de Fernando Pessoa e Saramago, grandes nomes da literatura Portuguesa e, julgo eu, Internacional. Só não percebo como falta, pelo menos não vi, o Edgar Allan Poe, que é um grande escritor e ainda por cima norte americano!

    8 anos atrás por Daniel sobre 100 melhores livros de todos os tempos — lista das listas
  • A verdade é subjetiva, pessoal, cada um tem a sua; até o arrogante tem a dele.

    8 anos atrás por Nonato sobre A última entrevista de Jorge Luis Borges
  • O problema de livros como harry potter e crepúsculo está na falta de realismo das personagens. Mesmo sendo histórias de ficção/fantasia, o leitor precisa encontrar alguma semelhança sólida com o mundo onde pisa,as atitudes de alguns personagens criados para esse tipo de livro são absurdas, eles não contestam as políticas vigentes na história, existem apenas vilões e mocinhos, o bem e o mal, o certo e o errado, é claro que nem todas as histórias juvenis são assim, ha reviravoltas, mas os autores desta linha sempre preocupam-se em serem aceitos, evitam chocar os leitores, evitam fugir das regras,(isto também é pelo lucro) são os autores "bonzinhos" que em público ajudam as velhinhas a atravessar a rua, mas em seu obscuro íntimo esquartejam seus inimigos como todo ser humano faz, afinal, a hipocrísia não enxerga pensamentos, apenas absorve as palavras externadas.

    8 anos atrás por Qüill sobre Lista dos escritores mais ricos do mundo não tem escritores
  • Ajudou bastante meu trabalho, muito esclarecedor.

    8 anos atrás por Laila Bom Buarque de Macedo Gomes sobre A paternidade de Ezequiel
  • Muito bom "doutor" das crônicas!

    8 anos atrás por Sabrina Pessoa sobre Segura na mão de Deus e vaia
  • A lista é realmente ótima, são clássicos, de verdade, mas não vejo nada de errado com livros como Harry Potter (bem melhores que os filmes) Percy Jackson (muito melhores que o filme) entre outros, que querendo ou não, são livros "do momento" mas não deixam de ser bons por isso, mas ainda não se comparam à mestres da literatura.O Senhor dos Anéis, é um épico que eu não vi na lista, mas espero que apenas me tenha passado despercebido. Falando na saga Crepúsculo, pessoalmente não vejo a minima graça, mas ha quem adore, e não seria justo criticar.Certo? Como diz minha mãe "gosto não se discute, apenas se lamenta em silencio"

    8 anos atrás por Isabella sobre 100 melhores livros de todos os tempos — lista das listas
  • Gosto muito do PHILIP ROTH e agora estou lendo ISAAC BASHEVIS SINGER, graças a esta reportagem.

    8 anos atrás por Evandro Torquette sobre Isaac Singer diz que Schulz é maior do que Franz Kafka
  • Fiz uma busca rápida pela internet e cheguei a R$ 175,00 + frete = R$ 200,00. Se o brasileiro lesse 6 livros por ano, sairia menos de R$ 20,00 por mês. Mas, ainda está caro....


    8 anos atrás por Odair sobre Os melhores livros ficcionais de 2012
‹ Primeiro  < 2 3 4 5 6 7 8 9 10 >  Último ›
É permitida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia dos editores, desde que citada a fonte.
© Copyright 2020 — Revista Bula — Literatura e Jornalismo Cultural — seutexto@uol.com.br
wilder morais
renovatio