revista bula
POR EM 21/12/2012 ÀS 02:22 PM

103 dicas de antiajuda para o ano de 2013

publicado em

Se você está lendo esta lista, você é um sobrevivente aguerrido. Já passou pela batalha dos espermas, pela mortalidade infantil, pela verminose juvenil, pela burrice adolescente, pelo analfabetismo obstinado. Por fim triunfou com bravura sobre a profecia maia de que o mundo iria pipocar no dia 21 de dezembro último. O fato de ser um bravo sobrevivente já lhe dá motivos de sobra para viver o ano de 2013 com todo vigor. Para ajudar no seu entusiasmo pela vida, aí vão algumas dicas, organizadas por área, para você arrepiar no ano novo.


Para aumentar a renda:

1 — Trabalhar dobrado (mas cuidado com a escoliose);

2 — Vender lotes no céu (na lua ninguém compra mais);

3 — Capinar lotes no fim de semana;

4 — Descarregar caminhão de pedra;

5 — Encher caminhão de adubo;

6 — Puxar saco do marido da chefa;

7 — Estudar para concurso público;

8 — Vender um rim (resista à tentação de vender os dois);

9 — Quebrar coco no Maranhão (na fazenda do Sarney);

10 — Prostituir-se na Turquia (dica da novela Salve Jorge);

11 — Treinar os músculos para ser campeão de rinha no MMA;

12 — Jogar suas economias no caça-níquel;

13 — Comprar  cédula rural da Avestruz Máster;

14 — Fazer parceria com empresários chineses (sem dominar o Mandarim);

15 — Atirar pedra para cima e cabecear, nos sinaleiros.


Para aumentar o sex appeal:

16 — Aplicar botox nas intimidades;

17 — Enxertar silicone nos bagos;

18 — Fazer exercício para crescer o bilau e ser metrossexual;

19 — Fugir das classificações de gênero masculino e feminino;

20 — Pintar o cabelo de acaju (para homens com mais de 50);

21 — Fazer ginástica até ficar com musculatura definida de catador de papel;

22 — Tomar bomba de hormônio até ser um Arnold Schwarzenegger;

23 — Comprar um carro acima de suas posses;

24 — Retirar todos os caroços do corpo;

25 — Comprar roupa de griffe  (pode ser pirata)

26 — Usar relógio Rolex e caneta Mont Blanc (pode ser do camelódromo)

27 — Ligar o som do carro nas últimas, com música tipo sertanejo-universitário;

28 — Usar cabelo à moicano;

29 — Aplicar piercing  nos lábio da piriquita;

30 — Trespassar as orelhas, o nariz, a língua e o supercílio com pregos.


Para aumentar o prestígio social:

31 — Ser amigo de um jogador de futebol;

32 — Ser chegado de uma dupla de caipiras da vez;

33 — Beber pinga com o Leonardo;

34 — Levar um murro do Anderson Silva;

35 — Ser exposto na vitrine do Big Brother;

36 — Vomitar colorido;

37 — Palitar os dentes na porta de um hotel 5 estrelas;

38 — Aparecer no jornal (pode ser por motivo fútil e até criminoso);

39 — Dar desfalque numa estatal;

40 — Dar golpe numa multinacional;

41 — Parecer o que não é;

42 — Falar alto e acenar muito (ao vangloriar-se);

43 — Consumir muito (feito um caminhão de lixo);

44 — Participar do Medida Certa do Fantástico;

45 — Ganhar um kit da Jequititi no Baú da Felicidade.


Para garantir longevidade:

46 — Tomar três litros de água pela manhã;

47 — Praticar o ritual do vômito 3 vezes por semana;

48 — Ingerir suco de capim (clorofila) nas refeições;

49 — Não comer carne, nem doce, nem gordura;

50 — Não passar raiva;

51 — Não estressar quando o time perde nem quando os políticos sacaneiam;

52 — Dormir com tapa-olhos e touca escura;

53 — Dormir (com travesseiro entre as pernas) no mínimo 8 horas por noite;

54 — Não sofrer abalos nem emoções fortes;

55 — Não alimentar ambições materiais;

56 — Não desejar o que é dos outros;

57 — Caminhar uma hora por dia;

58 — Comer arroz integral com brócolis, sem sal e sem gordura;

59 — Não beber, não fumar, não transar, não badalar;

60 —  (Apesar de tudo isso) achar que a vida vale à pena.


Para garantir a salvação eterna:

61 — Trocar de religião e acreditar piamente que já está salvo;

62 — Pagar o dízimo religiosamente, com balões contributivos nos intervalos;

63 — Fazer do livro sagrado o seu desodorante;

64 — Defender seu guru contra todo e qualquer murmúrio e falação;

65 — Acreditar mais na presença do demônio do que na de Deus;

66 — Alardear que os de outras religiões ou de religião nenhuma estão na unha do capeta;

67 — Comer o pão que o diabo amassou (desde que seja integral e light);

68 — Botar sua vida na mão de Deus (ou melhor, na do seu pastor);

69 — Rezar para trabalhar e trabalhar para rezar;

70 — Rezar enquanto trabalha, sem perder os dedos no torno;

71 — Não falar mal dos outros (na presença);

72 — Vender a alma pro cão, receber, pagar o dízimo e dar o cano no diabo;

73 — Tudo vale à pena e a fé não é pequena. Não falar mal dos outros (na presença).


Para manter a alegria de viver:

74 — Trocar a mãe de seus filhos por uma vadia nova que conheceu no Face;

75 — Abandonar o curso de Engenharia no último semestre;

76 — Ir a uma festa sem ser convidado e fazer discurso depois do anfitrião;

77 — Fazer turismo num país inusitado, como Belaurus e Turcomenistão;

78 — Gritar: Palmeiras! no meio da torcida do Corinthians;

79 — Ir a uma tourada, ficar bêbado e entrar na arena;

80 — Assistir a rachas, na madrugada;

81 — Fazer safári na África, sem guia;

82 — Criar um tigre no apartamento;

83 — Comover com coisas ordinárias;

84 — Não ligar para heroísmo nem fatos monumentais;

85 — Adotar um bandido como ídolo;

86 — Bater na mãe no dia das mães por falta de mistura;

87 — Cuspir num policial para exibir coragem;

88 — Fazer um duelo ao amanhecer com o melhor atirador que você conheça (o motivo não importa).


Para não cair na rotina:

89 — Casar e descasar, pelo menos uma vez por ano;

90 — Fazer sexo com pessoas diferentes (de preferência ao mesmo tempo);

91 — Saltar da estratosfera;

92 — Subir à estratosfera em balões de festa, amparado somente pela fé;

93 — Falar na rádio-corredor, ou na rádio-pião, que seu chefe é um pamonha;

94 — Correr da blitz;

95 — Fugir com a mulher do mafioso;

96 — Fugir com o atirador de facas;

97 — Cultivar pedras nos rins;

98 — Depilar as costas;

99 — Botar fogo no 13º;

100 — Estocar pólvora dentro de casa;

101 — Ameaçar os vizinhos de morte;

102 — Comprometer 110% de seu salário com empréstimos consignados e complementar a renda com empréstimos de agiota;

103 — Ler lista tola até o fim.

É permitida a reprodução total ou parcial sem autorização prévia dos editores, desde que citada a fonte.
© Copyright 2014 — Revista Bula — Literatura e Jornalismo Cultural — seutexto@uol.com.br
wilder morais
renovatio